.posts recentes

. "A VIDA" - poemas de dife...

. A Natureza - Os líquens

. VERDADES DITAS...

. O 11 de Setembro

. O MUNDO É BELO... aqui fi...

. MOMENTOS... em frases, im...

. É HOJE! A Abertura oficia...

. PARABÉNS AVÓS

. PORTO - DOIS LOCAIS A VIS...

. DIA DA TERRA - 22 de Abri...

.arquivos

. Abril 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

Terça-feira, 17 de Janeiro de 2012

Quando não se tem importância nenhuma...

 

 

Para Ti
O Vazio da Importância

Obrigada pelo fator importância que exerço na sua vida...
nem sempre sei retribuir isso.
Olhando de pertinho vejo a tua perfeição,que julgava não existir e que nunca conseguirei alcançar...Não sou perfeita... não quero ser!!!
Não existe mais dentro de mim a necessidade de me explicar, não vejo a importância abusada de explicar o inexplicável.
Dou tanta importância ao que não é importante que me esqueço da importância do que realmente é importante.
Porquê dar importância ao que realmente é uma insignificância?
Não consigo compreender o mundo, mas não tem muita importância- o mundo não me compreende também.
Ter razão não quer dizer ter importância perante os outros.

(EU-SAMY)

{#emotions_dlg.cry} DESABAFO...

Quantas vezes tu esperaste que alguém tivesse uma atitude numa determinada situação e te decepcionou porque a pessoa nada fez ou ainda, se fez, foi algo que estava longe do que esperavas? Todos nós sabemos que criar expectativas é o melhor caminho para a decepção, mas qual de nós não espera ser reconhecido, valorizado, não só por aquilo que faz mas, principalmente, por aquilo que é? Sim, nós mesmos devemos nos aprovar, reconhecer e aceitar, mas há relação sem troca?

 

O ser humano precisa de quatro condições básicas para viver: atenção, admiração/reconhecimento, afeto/amor e aceitação. Ao recebermos isso daqueles que nos são caros e, especialmente, da pessoa amada, muitas de nossas necessidades emocionais são satisfeitas, mas se não recebemos, a tendência é nos sentirmos sem valor algum e, assim, tudo fica vazio, sem sentido de existir.

Claro que não podemos nem devemos colocar nosso valor -enquanto pessoa- nas mãos de alguém, mas quem não espera um abraço num momento de dor? Uma mão estendida, quando perdido? Uma palavra amiga quando nos sentimos fracos? Um singelo e simples obrigado por tudo que se fez pelo outro? Qualquer necessidade que temos, sobretudo nossas necessidades emocionais, quando não supridas, geram insatisfação, decepção, e alguns conflitos internos que nem sempre percebemos. E quando isso ocorre é inevitável que nos sintamos desamparados e totalmente perdidos.

 

Mas quem poderá fazer isso por nós?

O que mais queremos é que a pessoa que amamos esteja ao nosso lado, incondicionalmente, que chegue o mais perto possível daquilo que esperamos e sentimos em nosso coração, e quase sempre, suas atitudes, ou a falta delas, se fazem tão distantes de nós e daquilo que necessitamos, e neste momento constatamos uma cruel realidade: estamos sós! Sós na dor, no sofrimento, na busca por uma saída ou um caminho menos doloroso. Queremos alguém que nos salve! Nos tire desse lamaçal de sofrimento. Muitos de nós pedimos e esperamos tão pouco, que até esse pouco algumas pessoas são incapazes de nos dar: um abraço, uma atenção, uma palavra, carinho, compreensão, apoio, exatamente num determinado momento que mais precisamos.
E ao nos sentirmos sozinhos, literalmente abandonados, entramos em desespero...

Muitas vezes esquecemos-nos que cada um só dá aquilo que tem. Será que adianta pedir, implorar por algo que não veio espontaneamente? Algumas pessoas dizem amar e nem sequer percebem o pedido de socorro daqueles que gritam por amor e atenção. E esse grito pode se transformar em diversas formas de amenizar uma dor... seja comendo, bebendo, dormindo, trabalhando excessivamente, enfim, tentando fugir do que tanto dói. Tudo para preencher um vazio que nada parece conseguir ocupar.

Será que a hora de reagir não é agora?

Reavalia se alguém merece todo o teu sofrimento, todas as tuas lágrimas, sem sequer se dar conta do quanto te faz sofrer.

O outro pode, se quiser, mudar, mas não podemos nos permitir sofrer tanto, dilacerar nossa alma por quem não percebe nosso real valor.

Olha bem dentro de ti e lembra-te de quantas situações difíceis já conseguiste superar. Essa mesma força ainda está dentro de ti! Busca-a, ainda que esteja muito escondida no meio de tanta dor. Encontra a tua força, a tua coragem, a determinação, a esperança e faz algo por ti, apenas e simplesmente por ti!

Aprende com tudo... no meio de tanta dor é possível sempre aprender e crescer! Considera a tua realidade e não as ilusões que criaste em função das tuas necessidades. Afinal, queres crescer, ser feliz ou queres continuar chorando e esperando por aquilo que está tão distante do que  desejas para a tua vida?

Só  tu poderás responder! Mas lembra-te de que a atenção e o amor por ti mesmo(a) só dependem de ti!

(Texto adaptado por mim)

                      {#emotions_dlg.sol}{#emotions_dlg.sol}{#emotions_dlg.sol}{#emotions_dlg.sol}{#emotions_dlg.sol}

 


publicado por SAMY às 17:31

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.favorito

. Estado de espírito

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds