.posts recentes

. "A VIDA" - poemas de dife...

. A Natureza - Os líquens

. VERDADES DITAS...

. O 11 de Setembro

. O MUNDO É BELO... aqui fi...

. MOMENTOS... em frases, im...

. É HOJE! A Abertura oficia...

. PARABÉNS AVÓS

. PORTO - DOIS LOCAIS A VIS...

. DIA DA TERRA - 22 de Abri...

.arquivos

. Abril 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Sentindo...Sentindo.

Depois de um intervalo de 3 meses regresso ao meu blog para coisas mil ou mil coisas aqui ir escrevendo.

Sentindo...

Porque é tão difícil ser transparente...
Porque é tão difícil ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que se sente...
Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir muros...
Ser transparente é permitir que a doçura aflore, transborde...
Mas, infelizmente, a maioria decide não correr esse risco.
Preferimos perder-nos na busca de respostas, a simplesmente admitir que não sabemos nada e que temos medo!
Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distância cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção.
E assim, vamos afundando-nos em falsas palavras, atitudes, em falsos sentimentos...
Às vezes, temos dificuldade para continuar a lutar por um sonho, mas não deixes que a tristeza do passado e o medo do futuro te estraguem a alegria do presente.

Não há dinheiro no mundo que compre um sorriso de confiança e um abraço sincero.
A vida passa num instante e muitas vezes é tarde demais... Longe demais... Triste demais... E aquele momento especial se perde para sempre...
Há silêncios bem-vindos, outros indecifráveis… Alguns polidos e esperados. Há os indesejáveis. Há silêncios de hora inteira… Outros de uma vida a devorá-la.
Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio.
Mas me dê força para nunca desperdiçar o meu tempo com alguém que nunca terá tempo para mim!

Aquele que gostaria de ter algo que nunca teve terá que fazer algo que nunca fez porque o que não nos derruba deixa- nos mais fortes.
A maturidade permite-me olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade e querer com mais doçura.
O único passo entre o sonho e a realidade é a atitude... é importante poder doar o que se tem para se crescer no bem-estar.
Tente simplesmente viver, sentir e amar.

Dê-me flores enquanto posso apreciá-las.
Depois servirão apenas para cobrir minha sepultura!

Eu (Setembro 2010)


publicado por SAMY às 15:20

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.favorito

. Estado de espírito

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds