.posts recentes

. "A VIDA" - poemas de dife...

. A Natureza - Os líquens

. VERDADES DITAS...

. O 11 de Setembro

. O MUNDO É BELO... aqui fi...

. MOMENTOS... em frases, im...

. É HOJE! A Abertura oficia...

. PARABÉNS AVÓS

. PORTO - DOIS LOCAIS A VIS...

. DIA DA TERRA - 22 de Abri...

.arquivos

. Abril 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

Sábado, 2 de Outubro de 2010

POESIA "Penélope" - David Mourão-Ferreira

Penélope

Mais do que um sonho: comoção!
Sinto-me tonto, enternecido,
...quando, de noite, as minhas mãos
são o teu único vestido.

E recompões com essa veste,
que eu, sem saber, tinha tecido,
todo o pudor que desfizeste
como uma teia sem sentido;
todo o pudor que desfizeste
a meu pedido.

Mas nesse manto que desfias,
e que depois voltas a pôr,
eu reconheço os melhores dias
do nosso amor.

David Mourão-Ferreira

 

Música:

I Don't Believe You - Pink

 


publicado por SAMY às 16:32

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.favorito

. Estado de espírito

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds