.posts recentes

. "A VIDA" - poemas de dife...

. A Natureza - Os líquens

. VERDADES DITAS...

. O 11 de Setembro

. O MUNDO É BELO... aqui fi...

. MOMENTOS... em frases, im...

. É HOJE! A Abertura oficia...

. PARABÉNS AVÓS

. PORTO - DOIS LOCAIS A VIS...

. DIA DA TERRA - 22 de Abri...

.arquivos

. Abril 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

Domingo, 7 de Junho de 2009

LUANDA, A MINHA TERRA NATAL.

Em 1755, Paulo Dias de Novais, capitão do Reino de Portugal, desembarcou na Ilha do Cabo. Um ano depois, avança para terra firme e funda a vila de S. Paulo de Luanda.

Com o crescimento da população e dos edifícios, Luanda tornou-se  cidade, a capital de Angola.

 

As construções à época de 1975, notáveis de se verem eram: a Fortaleza de S. Miguel, que se situava onde a Marginal encontrava a Ilha do Cabo; a Fortaleza de S. Pedro da Barra, a Igreja do Carmo, a Igreja da Sagrada Família, o Liceu Salvador Correia,  o Palácio do Governo, a Alfândega, o Hospital D. Maria Pia, o Mercado do Quinaxixe, o Mercado da Quitanda, o Cemitério do Alto das Cruzes, conhecido como Cemitério Velho, o  1º cemitério (1806), a sede do Banco de Angola, com a sua belíssima fachada cor de rosa, entre outras...

 

Na Ilha do Cabo, estava localizada a Igreja mais antiga de Angola (1575), a Igreja de Nossa Senhora do Cabo.

A Ilha possuía as mais bonitas praias de areias brancas e águas claras, ornamentadas por vários coqueiros, com conhecidos bares e muitos restaurantes.

 

Lembro-me bem da Praia da Restinga, que sempre frequentava, assim como me lembro da Praia da Ponta da Ilha e muitas outras que se espalhavam ao longo da Ilha.

 

Luanda tinha muitas paisagens dignas de se verem, mas o seu cartão de visita era a conhecida  Av. Marginal, com a sua inesquecível panorâmica da Baía, que exibia o contraste  entre a beleza natural e a dos edifícios modernos ao seu redor.

 

 

Que saudades eu tenho de ti, Luanda... minha terra.  

 


publicado por SAMY às 23:18

link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.favorito

. Estado de espírito

blogs SAPO

.subscrever feeds